A Caixa Beneficente trás mais um serviço para seus sócios.
Atendimento Clinico Geral e Psicologia
Basta ligar para a sede administrativa e agendar sua consulta. O serviço é totalmente incluso, o sócio não paga nada a mais.

Quando procurar o médico clínico geral?

Os constantes avanços das pesquisas na área médica têm provocado uma crescente especialização de seus profissionais, enfocando aspectos cada vez mais específicos do organismo humano. Se isso, por um lado, traz progresso na pesquisa científica e no tratamento das doenças, por outro, gera grande dúvida aos pacientes. Se quiserem procurar diretamente um especialista, vão ter que fazer alguns diagnósticos por conta própria, o que obviamente nem sempre estará correto. Procurar um clínico geral inicialmente para esclarecer seus sintomas, sempre está certo. O clínico geral, tem uma visão global do organismo humano e deve estar preparado para proceder aos diversos diagnósticos.

Quais doenças o clínico geral pode tratar?

Esse profissional está apto a tratar diversas doenças e só precisa encaminhar seu paciente quando houver necessidade de um especialista, isso quer dizer, quando o problema é muito específico. Assim uma consulta com clínico geral abrange:

loyaltyCheck Up
loyaltyAvaliação Pré-Operatória para diversas cirurgias
loyaltyAvaliação para atividade física e orientação de exercícios físicos
loyaltyObesidade leve a moderada
loyaltyOrientação nutricional
loyaltyHipertensão Arterial Diabetes
loyaltyInvestigação e tratamento de doenças cardiológicas leves
loyaltyOsteoporose
loyaltyDislipidemia (colesterol alto)
loyaltyGastrite
loyaltyDoença do Refluxo Gastroesofágico
loyaltyInfecções Intestinais
loyaltyInfecções Urinárias
loyaltyInfecções de Pele e Micoses
loyaltyInfecções pulmonares
loyaltyInfecções de orofaringe
loyaltyCefaléia (dor de cabeça)
loyaltyHipo e Hipertireoidismo
loyaltyDepressão
loyaltyTranstornos de Ansiedade
loyaltyAnemias
loyaltyIndicação de Vacinas
loyaltyAlergias
loyaltyEntre outras....

Qual a função do clínico geral?

O maior diferencial do clínico é que ele pode acompanhar seus pacientes ao longo da vida, conhecendo profundamente seu histórico, levando em conta aspectos mais abrangentes como estado psicológico, social e familiar. Muitas vezes, pode ajudar o paciente a entender melhor a conduta de um especialista e esclarecer dúvidas a respeito do uso de diversos medicamentos receitados por vários especialista diferentes. Sua atuação, hoje em dia, também é muito importante em doentes complexos que necessitam de acompanhamento com diversos especialistas, o clínico geral pode assessorá-los, informando-os sobre as condições do paciente e integrando condutas e medicações.

Qual a Função do Psicólogo

Psicólogos comportamentais e cognitivos comportamentais são especialistas em comportamento humano e usam métodos científicos para estudar os fatores que influenciam o modo como as pessoas sentem , agem, aprendem e pensam, bem como estudam as estratégias e intervenções baseadas em evidências para ajudar as pessoas a superar suas queixas.

Eles ajudam as pessoas a superarem e gerenciarem problemas de relacionamento, ansiedade, estresse, medo, depressão, distúrbios alimentares, abuso de substâncias, psicoeducação de filhos entre dezenas de outros, além de ajudar aquelas pessoas que desejam aumentar seu nível de autoconhecimento.

Entre todas as funções e atividades exercidas por psicólogos, a Psicologia Clínica é bem clássica e por isso muito conhecida.

Psicologia Clínica é comumente praticada em um consultório, uma vez que tem ambiente adequado para a prática da psicoterapia (ambiente agradável, acusticamente isolado etc). Mas pode também ser praticada em hospitais e até na residência do paciente, caso o paciente não tenha condições de se locomover até o consultório.

Então qual a função do psicólogo? A função do psicólogo é trabalhar nas queixas associadas aos conflitos internos da pessoa, que invariavelmente geram incômodos à própria pessoa ou às pessoas do seu universo de relacionamento (amigos, colegas de trabalho, filhos, namorado, esposa etc). O psicólogo deve ir à busca das origens dos incômodos, entendendo suas funções. Deve discutir a forma pela qual o individuo trata essas questões, sempre almejando tornar a vida da pessoa a mais confortável possível.

Geralmente os psicólogos se baseiam em uma abordagem, e eventualmente em mais de uma, para utilizar clinicamente nas sessões de psicoterapia. A abordagem, nesse caso, seria o uso clínico do conhecimento obtido pela psicologia em cada linha de estudo/raciocínio.

As abordagens mais comuns da psicologia são:

Terapia Cognitiva

Premissa básica: Examina o pensamento humano e o comportamento em termos de como nós interpretamos, processamos e lembramos das situações. As regras que nós usamos para ver o mundo são importantes para entender o porquê pensamos e agimos da forma que fazemos. De maneira geral, comportamento humano não pode ser compreendido sem examinar como a pessoa adquiri, armazena e processa as informações.

Terapia Comportamental

Explica o comportamento humano em termos condicionais, ou seja, busca compreender a função que mantém o padrão comportamental daquele sujeito (adequados ou inadequados) e após essa análise funcional, utiliza procedimentos como forma de aprimorar e modelar novos comportamentos.

Psicanalítica/Psicodinâmica

Acredita que o inconsciente – parte da nossa mente que nós não temos controle ou acesso racionalmente – controla a maior parte de nossos pensamentos e ações. O inconsciente vem desde a infância e governa a personalidade.